Segunda, 20 Setembro 2021

Notícias



Ministério da Agricultura declara emergência fitossanitária com aproximação de nuvem de gafanhotos

Nuvem de gafanhotos destruiu lavouras de trigo na Argentina


TÉLAM/DIVULGAÇÃO/JC
 
Uma nuvem de gafanhotos que se desloca pela Argentina, em uma região próxima ao sul do Brasil, fez o Ministério da Agricultura decretar estado de emergência fitossanitária nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
 
Isso significa que será implementado um plano para adotar medidas emergenciais com o objetivo de acabar com a praga. A portaria com essa iniciativa foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25) e tem validade de um ano.
 
Essa nuvem de insetos teve origem no Paraguai e está atravessando a Argentina, em direção ao sul, seguindo para o Uruguai, deixando um rastro de destruição nas lavouras de milho.
 
No entanto, segundo o Ministério da Agricultura, as chances de os gafanhotos avançarem para o Brasil são pouco prováveis, por causa das condiç˘es climáticas da região no momento.
 
Mesmo com a possibilidade de a nuvem não atingir o nosso país, um grupo de trabalho do governo federal está em alerta para atuar em conjunto com equipes técnicas de defesa agropecuária do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
 
O chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura gaúcha, Ricardo Felicetti, explica o que será feito e  acrescenta quais culturas podem ser afetadas se o fen˘meno chegar ao Rio Grande do Sul.
 
Não é a primeira vez que uma nuvem de gafanhotos preocupa o Brasil. Desde 2015, existe a formação desse fen˘meno de insetos em países vizinhos, como a Bolívia, o Paraguai e a Argentina, com certa frequência. Por isso, o Ministério da Agricultura trabalha na elaboração de um manual de orientaç˘es com medidas de controle da praga.
 
fonte: EBC
 
 
 
 

João 8:51
"Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte, eternamente."

Newsletter

Assine a nossa newsletter. Não perca nenhuma notícia ou história.

Nós não fazemos spam!

Search