Mundo

22/10/2018Missionário é detido na Turquia no dia seguinte à libertação de pastor

Pastor Andrew Brunson no Aeroporto Internacional de Izmir, após ser libertado de prisão na Turquia. (Foto: Chris McGrath/Getty Images)
 
Apenas um dia após a libertação do pastor Andrew Brunson na Turquia, as autoridades turcas prenderam outro missionário americano e ordenaram que ele deixasse o país.
 
David Byle, cidadão americano e canadense, foi preso em Ancara no sábado (13) pelo Departamento de Polícia Antiterrorismo, segundo a organização Middle East Concern. Ele foi interrogado e liberado na tarde de domingo, mas recebeu um prazo de 15 dias para deixar a Turquia.
 
O missionário já foi preso em outras ocasiôes na Turquia, todas relacionadas ao evangelismo de rua. Em 2007, ele foi detido por três dias, mas foi dispensado porque a literatura que ele carregava não insultava o Islã.
 
Byle, que tem pregado na Turquia há 18 anos, também foi preso em 2016. Ele ficou detido por oito dias e foi alertado que seria deportado. No entanto, em fevereiro de 2017, a ordem de deportação foi bloqueada temporariamente, já que não houve provas de sua ligação com “organizaçôes terroristas”.
 
A última prisão de Byle aconteceu um dia depois que o pastor da Carolina do Norte, Andrew Brunson, foi libertado pela Turquia. Brunson, que junto com sua esposa pastoreou uma igreja em Izmir por 25 anos, foi preso em outubro de 2016 e acusado de ter ligaçôes com grupos terroristas, o que ele negou firmemente.
 
Tony Perkins, presidente do Conselho de Pesquisa Familiar e membro da Comissão de Liberdade Religiosa Internacional dos EUA, disse que a libertação de Brunson envia uma forte mensagem à Turquia.
 
“Apesar de estarmos aliviados com a decisão sobre a prisão injusta do pastor Brunson, continuamos preocupados com o povo turco, porque muitas comunidades religiosas, como a ortodoxa grega e os alevitas, continuam enfrentando discriminação”, Perkins alertou.
 
“A Turquia deve continuar trabalhando para tratar todos os seus cidadãos de forma igual e com respeito por sua liberdade religiosa”, acrescentou Perkins.
 
A Turquia é listada como o 31º país onde é mais difícil para um cristão viver, segundo a lista de perseguição da organização Portas Abertas.
COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

Indique esta página
Poderá também gostar de:
img
Sacrifício de animais para o Terceiro Templo é...
img
ONU se recusa a condenar Hamas por ataques contra...
img
Árabe reconhece que “Deus ama judeus” após ver...
img
Israel tem o pior conflito em Gaza desde a guerra...
img
Prestes a serem decapitados, pastores têm visão...
img
Governo da Venezuela impede que igrejas doem...
img
Trump interrompe discurso e multidão canta hino...
img
Primeiro-ministro de Israel parabeniza Bolsonaro...
img
Pastor conselheiro de Trump diz que Deus quer...
img
Terroristas invadem casa de jovem cristã e matam...
img
Venezuela, Irã e Hezbollah querem interferir nas...
img
Juiz usa o Alcorão para confrontar muçulmanos que...
img
Partido comunista quer 'reeducar' pastores,...
img
Governo Trump quer eliminar ideologia de gênero...
img
Feministas atacam igreja em protesto a favor do...
img
Missionário é detido na Turquia no dia seguinte à...
img
Hospital planeja suicídio assistido para crianças...
img
Após ser solto na Turquia, pastor ora por Trump...
img
Ditador da Coreia do Norte é bisneto de...
img
Pastor americano ligado a Trump vê Bolsonaro como...
img
Criança de 5 anos é abusada sexualmente, após...
img
Pastor torturado permanece sob perseguição do...
img
“As crianças não tinham mais medo de ver os...
img
“Todas as naçôes do mundo devem resistir ao...
img
Ateísmo deve ser integrado às aulas de educação...
img
Palestina saúda terroristas como “heróis” e...
img
Cristãos classificam acordo do Vaticano com...
img
Arqueólogos encontram evidências da travessia dos...
img
Jovem indonésio sobrevive 49 dias à deriva no mar...
img
Professor é investigado por ensinar a diferença...
Page 1 of 10
Mais Notícias...