Mundo Gospel

25/10/2018Em nova ação de ateus, policiais são impedidos de fazer vigília de oração

Policiais orando em uma vigília de oração em Dallas, no Texas. (Foto: Spencer Platt/Getty Images)
 
Um departamento de polícia em Louisiana (EUA) não irá mais promover vigílias de oração, após uma queixa da organização ateísta Freedom From Religion Foundation (FFRF).
 
No fim de agosto, o Departamento de Polícia de Shreveport, liderado pelo pastor e chefe de polícia Alan Crump, recebeu uma carta da FFRF. Os ateus se opuseram às vigílias mensais de oração realizada pelo programa de capelania “Pastores na Patrulha”, que envolvia a participação de outros 20 pastores.
 
A vigília de oração foi criada para “unir líderes comunitários, policiais e moradores em oração” pela cidade, segundo o departamento de polícia. A carta da FFRF pede não apenas o fim das vigílias, mas também o encerramento do programa de capelania.
 
A organização ateísta argumenta que a participação dos policiais em eventos religiosos viola a Constituição dos Estados Unidos porque mostra uma “aparência de viés” aos cidadãos de fé e “hostilidade” aos cidadãos sem fé.
 
O procurador de Shreveport, William Bradford, confirmou na semana passada que o departamento não voltará a realizar vigílias de oração. No entanto, os oficiais ainda são bem-vindos para participar de vigílias promovidas pelos membros da comunidade.
 
Apesar do apelo da FFRF, a cidade não pretende suspender o programa de capelães.
 
Parceria com as igrejas
 
De acordo com o site do departamento de polícia, os pastores filiados ao programa de capelães são de várias denominaçôes religiosas e acompanham os policiais durante a patrulha.
 
“Enquanto estamos em patrulha, eles fornecem conforto e conselhos para os oficiais e os cidadãos com quem entram em contato”, explica o site. “Em muitos casos, a presença deles pode [desarmar] situaçôes hostis, especialmente se os capelães estão trabalhando em uma área perto da igreja. Esses capelães são bem conhecidos e respeitados em seus bairros e servem como ligação entre a polícia e os cidadãos”.
 
A FFRF, que tem mais de 32 mil membros nos EUA, tem pressionado regularmente entidades do governo e distritos escolares que possuem envolvimento com a religião.
 
 
 
COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST
 
 

Indique esta página
Poderá também gostar de:
img
Pastor se impressiona ao ver 2 mil pessoas em...
img
Polícia prende mais de 100 mulheres e crianças...
img
Mulher abandona homossexualidade ao ouvir rádio...
img
Perseguição religiosa na China cresce de tal modo...
img
Ex-muçulmana evangeliza judeus em sinagoga: “Seu...
img
Maioria dos cristãos não tem evangelismo como...
img
Minutos antes do massacre no Sri Lanka, crianças...
img
Cristãos são mortos por terroristas Fulani após...
img
“Eu recitava a Palavra de Deus sobre ele”, diz...
img
Homem leva a mãe a Cristo 15 anos depois de...
img
Chris Pratt diz que sua fé o guarda dos perigos...
img
Milhares de iranianos estão se convertendo ao...
img
Mais de 2 mil pessoas ajudam moradores de rua nas...
img
Vietnã prende 33 cristãos por não se curvarem a...
img
DC Comics transforma Jesus em super-herói e...
img
“Deus não deu profecias para assustar, mas para...
img
Tumor 'incurável' desaparece do cérebro de...
img
Cantora leva jurados do “The Voice” a louvarem:...
img
Muçulmanos se entregam a Jesus após atacarem...
img
Preferimos viver perseguidos a esconder nossa fé,...
img
Pastores são salvos de acidente após ouvirem a...
img
Mais de 100 cristãos são presos em uma semana no...
img
“O fim dos tempos não começou agora, mas na...
img
Franklin Graham lamenta aumento de suicídios: “As...
img
Ator de “Deus Não Está Morto” diz que incêndio...
img
“O desafio não é orar na crise, mas continuar...
img
Pastor é morto na frente da filha durante ataque...
img
O plano do diabo é fazer com que as pessoas achem...
img
Pastores devem se inspirar na postura de Billy...
img
“Quando fui em uma igreja que ensinava a Bíblia,...
Page 1 of 29
Mais Notícias...