Mundo

14/11/2018Israel tem o pior conflito em Gaza desde a guerra de 2014

Bola de fogo sobre o prédio que abriga a TV Al-Aqsa, controlada pelo Hamas, na Faixa de Gaza. (Foto: Mahmud Hams/AFP)
 
Israel foi alvejado pelo maior número de mísseis em um período de 24 horas, mais que o dobro do número disparado em qualquer dia na guerra de Gaza, que durou sete semanas em 2014. Desde segunda-feira (12), mais de 400 mísseis e morteiros foram lançados pela organização terrorista Hamas contra a fronteira israelense.
 
Nesta terça-feira, grupos militantes palestinos em Gaza disseram que irão suspender os ataques se Israel fizer o mesmo. Segundo a Reuters, uma autoridade israelense, falando sob condição de anonimato, afirmou que as respostas de Israel seriam determinadas pelas açôes da Palestina.
 
Em menos de 24 horas, o Hamas e outras facçôes armadas dispararam mais de 400 foguetes e morteiros pela fronteira após realizar um ataque com mísseis contra um ônibus que feriu um soldado israelense.
 
Em resposta, os ataques aéreos israelenses mataram sete palestinos, sendo que pelo menos cinco estavam armados. Mísseis lançados pelo Hamas em Gaza mataram um palestino que vivia em um apartamento em Israel, onde também trabalhava.
 
As explosôes foram as mais ferozes desde a guerra de Gaza em 2014; e foi a terceira entre Israel e Hamas como parte do conflito entre Israel e Palestina.
 
O Hamas disse que a sequência de ataques foi uma retaliação por uma ação militar israelense em Gaza que matou um dos comandantes do grupo e outros seis homens armados no domingo. Um coronel israelense também foi morto no incidente.
 
Sirenes soaram nas cidades do sul de Israel nesta terça-feira e os moradores correram em busca de abrigo após foguetes palestinos serem lançados contra várias casas durante a noite. Militares israelenses disseram que o sistema de defesa antiaérea, o Domo de Ferro, interceptou mais de 100 projéteis.
 
Israel respondeu com dezenas de ataques aéreos durante a noite, atingindo prédios como o complexo de inteligência do Hamas e os estúdios da TV Al-Aqsa, pertencente ao grupo terrorista, cujos funcionários receberam alertas antecipados dos militares para evacuar.
 
O Hamas, que é considerado um grupo terrorista no Ocidente, assumiu o controle em Gaza em 2007, dois anos depois que Israel retirou colonos e soldados do território.
 
COM INFORMAÇÕES DA REUTERS

Indique esta página
Poderá também gostar de:
img
Sacrifício de animais para o Terceiro Templo é...
img
ONU se recusa a condenar Hamas por ataques contra...
img
Árabe reconhece que “Deus ama judeus” após ver...
img
Israel tem o pior conflito em Gaza desde a guerra...
img
Prestes a serem decapitados, pastores têm visão...
img
Governo da Venezuela impede que igrejas doem...
img
Trump interrompe discurso e multidão canta hino...
img
Primeiro-ministro de Israel parabeniza Bolsonaro...
img
Pastor conselheiro de Trump diz que Deus quer...
img
Terroristas invadem casa de jovem cristã e matam...
img
Venezuela, Irã e Hezbollah querem interferir nas...
img
Juiz usa o Alcorão para confrontar muçulmanos que...
img
Partido comunista quer 'reeducar' pastores,...
img
Governo Trump quer eliminar ideologia de gênero...
img
Feministas atacam igreja em protesto a favor do...
img
Missionário é detido na Turquia no dia seguinte à...
img
Hospital planeja suicídio assistido para crianças...
img
Após ser solto na Turquia, pastor ora por Trump...
img
Ditador da Coreia do Norte é bisneto de...
img
Pastor americano ligado a Trump vê Bolsonaro como...
img
Criança de 5 anos é abusada sexualmente, após...
img
Pastor torturado permanece sob perseguição do...
img
“As crianças não tinham mais medo de ver os...
img
“Todas as naçôes do mundo devem resistir ao...
img
Ateísmo deve ser integrado às aulas de educação...
img
Palestina saúda terroristas como “heróis” e...
img
Cristãos classificam acordo do Vaticano com...
img
Arqueólogos encontram evidências da travessia dos...
img
Jovem indonésio sobrevive 49 dias à deriva no mar...
img
Professor é investigado por ensinar a diferença...
Page 1 of 10
Mais Notícias...