Mundo

10/12/2018ONU se recusa a condenar Hamas por ataques contra Israel

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, se tornou uma grande defensora de Israel. (Foto: Drew Angerer/Getty Images)
 
Pela primeira vez, a maioria dos países-membros da ONU votou pela condenação do Hamas, mas sob os procedimentos da Assembleia Geral, a medida não foi oficialmente aprovada.
 
Foram 87 votos a favor, 57 contra e 33 abstençôes para condenar nesta quinta-feira (6) a facção palestina dedicada à destruição de Israel. Mas em uma votação que aconteceu momentos antes, a Assembleia decidiu que a resolução do Hamas precisaria de dois terços das naçôes presentes para ser aprovada, e os resultados da votação não conseguiram superar o nível exigido.
 
A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, cuja defesa de Israel se tornou sua bandeira, pressionou os países europeus e outros a se unirem a Washington para condenar o Hamas por disparar foguetes contra Israel e “incitar a violência”, colocando civis em risco. Depois de anunciar saída do cargo, ela tem apenas algumas semanas em seu mandato como embaixadora.
 
“Eu quero ter um momento pessoal e perguntar aos meus irmãos e irmãs árabes: o ódio é tão forte?”, ela questionou da tribuna da Assembleia antes da votação. “O ódio contra Israel é tão forte que vocês defenderão uma organização terrorista, que está diretamente causando danos ao povo palestino? Não é hora de deixar isso de lado? Pela verdadeira paz e segurança em toda a região, não é hora de ambos os lados deixarem isso de lado?”
 
Em um comunicado, o Hamas agradeceu aos países que votaram contra a medida e pediu que “todos os Estados que apoiaram a ocupação israelense e a administração Trump reconsiderem sua posição e retifiquem sua culpa grande e histórica contra o povo palestino”.
 
O Hamas disse que a falha em aprovar a resolução foi “um sério fracasso da ‘política de intimidação’ do governo Trump adotada na região”.
 
O representante palestino da ONU, Riyad Mansour, criticou as políticas “punitivas” dos EUA dirigidas aos palestinos, como a mudança da embaixada americana para Jerusalém. Ele disse que todas as resoluçôes apresentadas pelos palestinos buscam equilíbrio e agradeceu aos países que não condenaram o Hamas.
 
ONU x Israel
 
Após a votação, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, aplaudiu a “maioria esmagadora” dos países que votaram pelo projeto de condenação. “Embora não tenha alcançado uma maioria de dois terços, esta é a primeira vez que a maioria dos países votou contra o Hamas e eu elogio cada um dos 87 países que adotaram uma posição de princípio contra o Hamas”, disse ele.
 
Segundo dados apresentados por Haley, em cerca de um ano, a Assembleia Geral da ONU aprova resoluçôes em oposição à Israel pelo menos vinte vezes. Ela questionou se as Naçôes Unidas, como uma organização dedicada à paz mundial, considera o terrorismo aceitável, somente se for dirigido a Israel.
 
Haley ainda criticou o uso de uma maioria de dois terços para a aprovação da resolução do Hamas. Ela acusou a Assembleia de ter um padrão duplo, por usar uma maioria simples para outras resoluçôes. “Esta é uma decisão que significa puramente interromper a adoção da resolução proposta pelos EUA”, afirmou Haley.
 
COM INFORMAÇÕES DA CNN

Indique esta página
Poderá também gostar de:
img
Mike Pence diz a estudantes cristãos para...
img
Adolescentes clamam a Deus e são resgatados por...
img
Mais de 40 milhôes de pessoas buscam sabedoria na...
img
Trump pede que o “poder da oração” seja usado...
img
Mais de 600 foguetes são disparados contra Israel...
img
Estudiosos alertam que pornografia tem forte...
img
Juiz proíbe pai de tratar filha trans como menina...
img
Novo ciclone está prestes a atingir Moçambique e...
img
36 mil meninas se casaram com consentimento dos...
img
Autoridades destroem igreja, espancam fiéis e...
img
Mais de mil cientistas contestam publicamente a...
img
Proposta quer proibir oraçôes diárias no...
img
Funcionária da FedEx ora por cliente e viraliza...
img
Lista apresenta os 10 piores ataques antissemitas...
img
Cerca de 42 milhôes de bebês foram abortados em...
img
Trump diz que Estado Islâmico foi derrotado e...
img
Sacrifício de animais para o Terceiro Templo é...
img
ONU se recusa a condenar Hamas por ataques contra...
img
Árabe reconhece que “Deus ama judeus” após ver...
img
Israel tem o pior conflito em Gaza desde a guerra...
img
Prestes a serem decapitados, pastores têm visão...
img
Governo da Venezuela impede que igrejas doem...
img
Trump interrompe discurso e multidão canta hino...
img
Primeiro-ministro de Israel parabeniza Bolsonaro...
img
Pastor conselheiro de Trump diz que Deus quer...
img
Terroristas invadem casa de jovem cristã e matam...
img
Venezuela, Irã e Hezbollah querem interferir nas...
img
Juiz usa o Alcorão para confrontar muçulmanos que...
img
Partido comunista quer 'reeducar' pastores,...
img
Governo Trump quer eliminar ideologia de gênero...
Page 1 of 11
Mais Notícias...